quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Quando a criança faz birra...

    Em minha opinião o bebê até a idade de 2 anos não chora ou grita por manha. Obviamente ele está sentindo algo que o incomoda, e os pais precisam desenvolver a sensibilidade para saber identificar o que está ocorrendo com o bebê. Contudo, a partir dessa idade a criança começa a aprender como lidar com os adultos e como reverter o "não" dos pais.
    Quando os pais dizem "hoje você não vai tomar sorvete", e a criança quer estamos diante de uma situação onde a birra pode acontecer. A criança vai gritar e chorar até conseguir aquilo que ela quer, o sorvete que os pais não queriam dar. Quando os pais não mantém o "não" colocado inicialmente o filho identifica uma abertura, uma chance de conseguir aquilo que ela quer em diversas situações. 
    Essas situações incomodam os pais, mas se tornam ainda mais difíceis de lidar quando acontecem em locais públicos como supermercados, shoppings e parques. É importante para a criança ouvir "não" para crescer com segurança, autonomia e principalmente entendendo e respeitando os limites. Durante sua vida nosso filho não saberá lidar com as frustrações se desde cedo não forem colocados limites e regras na sua vida.
    Não fará mal para a criança sentir frustrações e saber que nem tudo aquilo que ela quer poderá ocorrer, já que a autoridade maior dentro das famílias são os pais e não os filhos. É comum ver meninos e meninas que manipulam os pais a ponto de escolherem a hora de estudar, brincar e se alimentar, por exemplo. Tudo ocorrendo de acordo com o seu bel prazer. Nessa cena os pais são meros expectadores do desenvolvimento dos filhos.
    A hora de impor limites e regras é durante a infância, porque na adolescência será impossível reverter esse processo educacional que não ocorreu. Na sociedade cada vez mais pessoas precisam de ajuda de terapeutas e psiquiatras para lidarem com suas frustrações, falta de autonomia diante dos problemas encontrados na vida, e principalmente pela falta de amor na infância.
    Os pais que educam filhos com limites e regras os tornam adultos para qualquer situação da vida em sociedade. É possível sim dar amor e carinho ao mesmo tendo em que limites são colocados para os pimpolhos. Experimente!!! Seja sempre firme e nunca volte atrás quando um "não" for dito para os filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário