quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Quando marcar uma consulta com o obstetra?

    É muito importante para a futura mãe criar laços de confiança com o seu obstetra. Sabemos que essa empatia pode levar algum tempo para acontecer... Por isso seria recomendável visitar o ginecologista antes mesmo da gravidez acontecer, quando ainda estamos desejando ser mãe.
    Estabelecendo a confiança entre paciente e obstetra o que mais deseja a futura mãe é que seu filho venha ao mundo forte e com muita saúde. Para que isso ocorra o nosso corpo precisa se preparar adequadamente para os meses de gestação, sofrendo transformações que visam assegurar a saúde, o desenvolvimento e o bem estar da criança.
    Para que tudo ocorra bem no dia a dia da gestação e durante o parto é necessário fazer os exames pré-natais. A finalidade desses exames é acompanhar a evolução da gravidez e detectar anomalias e doenças que possam chegar até o bebê. "A assistência pré-natal adequada pode prevenir e tratar precocemente doenças hipertensivas, eclampsia, anemia, infecções vaginais e urinárias, diabetes, entre outras", ressalta Cláudia Soares Laranjeira, membro da Diretoria Executiva da Associação de Ginecologistas de Minas Gerais ( SOGIMIG).
    Você sabia que o ácido fólico é extremamente importante na prevenção de doenças no sistema nervoso central e na parede abdominal do feto? A futura mãe terá acesso a essa informação na primeira consulta com o seu obstetra, quando ele orienta os pais sobre a suplementação de ácido fólico (vitaminas do Complexo B) pelo menos três meses antes da gravidez, sendo mantida até a 12° semana de gestação. Esses e outros esclarecimentos gerais serão dados pelo obstetra durante as consultas periódicas.
    A partir da confirmação da gravidez as visitas ao obstetra devem ser mensais, onde ele irá avaliar peso, pressão arterial (cerca de 5% das grávidas apresentam hipertensão induzida pela gravidez a partir da 20° semana de gestação), altura do útero, entre outros dados. Além das consultas, outros exames essenciais durante os nove meses de gestação são necessários de acordo com orientação médica.
    Tomando todos esses cuidados a mãe dará um grande passo para garantir uma chegada segura do seu filho ao mundo. Vale também lembrar que a alimentação durante a gestação é de vital importância, já que a mulher precisa se alimentar a cada três horas, com uma dieta rica em proteínas e vegetais; além de movimentar-se (como exemplo fazer natação, hidroginástica, caminhada, etc.) para melhorar o condicionamento cardiovascular. 
    Gravidez não é doença!       

Bibliografia consultada: http://bebe.bolsademulher.com/gravidez/materia/pre-natal_em_dia/69037/1

Nenhum comentário:

Postar um comentário