quarta-feira, 20 de março de 2013

Adolescência: qual a idade certa para soltar as rédeas e deixá-los a vontade para sair

    Há 30 ou 40 anos atrás a resposta a essa dúvida seria: mulheres são recatadas e não saem desacompanhadas, e os homens quanto mais cedo saírem pelo mundo mais cedo se tornarão homens. A própria sociedade conservadora já ditava as regras, não havendo tantas pressões para ser de determinado grupo na escola ou em qualquer outro lugar.
    Hoje em dia tudo mudou, meninos e meninas buscam sua independência bem antes da adolescência porque a pressão dos amigos e a própria sociedade de consumo fazem com que a liberdade seja comparada a libertinagem. Esse movimento faz com que o indivíduo não tenha uma personalidade forte o suficiente para enfrentar os problemas e frustrações do dia a dia.
    A medida que os jovens fazem suas escolhas sob pressão do grupo as consequências podem se tornar prejudiciais para eles, sem mencionar que nessas escolhas vemos que a família passa a ser deixada de lado. Como a família e a escola são a base de tudo, elas precisam ser preservadas para construir uma pessoa forte e atuante no mundo. Se o adolescente não encontrar segurança em casa e na escola ele vai procurar outros meios de ser forte e seguro, meios que podem ser um grupo de pessoas destrutivas, usuárias de drogas ou mesmo criminosos. 
    É primordial dar ao adolescente desde cedo uma base sólida de compreensão e orientação, já que nenhuma construção é feita sem alicerces bem colocados e firmes na terra. Para que isso ocorra é preciso consciência por parte dos pais e educadores, saber onde o jovem está e com quem está, passando a mensagem de que eles são importantes para nós. 
    Impor desde cedo pequenas regras e horários para comer, dormir, estudar são pequenas frustrações colocadas em um ambiente acolhedor (familiar) para que depois, no mundo frio e duro, a pessoa já saiba lidar com os "nãos" que recebemos. Assim, quando chegar a adolescência o jovem não questionará as regras de horários de chegada e saída, já que saberá exatamente porque impomos esses limites - pelo nosso amor e preocupação com eles - entendendo a importância de liberdade e responsabilidade.
    Com uma criação sólida baseada nos princípios e regras da família e da sociedade quando chegar a hora de fazer escolhas o adolescente escolherá os melhores caminhos para ele, pois aprendeu com os adultos a importância das escolhas e as consequências envolvidas no ato de escolher. Saber que liberdade envolve responsabilidade e consequências demonstra uma personalidade e caráter prontos para viver em sociedade com dignidade.
    Logo, a hora certa de soltar seu filho no mundo não existe. Existe sim a consciência dos pais em prepará-los para a vida com respeito e amor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário