quarta-feira, 22 de maio de 2013

Crescer é complicado... para os pais e para os filhos

    Agora que seu bebê cresceu, entre 2 e 3 anos começa uma fase difícil e complicada, que com um pouco de jogo de cintura e otimismo pode ser superada de maneira tranquila e equilibrada. É o período onde a criança parece estar totalmente fora de controle
    Nessa idade seu filho vai andar, correr, se irritar, gritar... Já começa com algumas birras, querem escolher algumas roupas, tornam-se teimosos e desobedientes... Enfim, para pais desavisados esse é o momento do desespero absoluto. 
    O conselho dos especialistas para os pais é manter a calma e não ser autoritário demais. Há casos comprovados de gritos e maus tratos dados por pais à criança nessa fase. Essa atitude é desaconselhável e demonstra falta de equilíbrio dos adultos. Nessa situação, onde seu filho aparenta estar fora de controle, aconselha-se uma ajuda psicológica para os pais aprenderem a lidar com a situação e com os sentimentos gerados pela situação concreta.
    O lado positivo dessa fase reside no fato dos pais poderem aprender muito com os filhos. Por exemplo a mãe pode, a partir da convivência equilibrada com seu filho nessa fase, descobrir e conhecer a maneira de ser da criança, seus gostos e preferências, habilidades e poder de compreensão diante do mundo tão grande que o bebê tem ao seu redor. Os pais podem conhecer o que seria o esboço da personalidade de seu filho.
    É importante demonstrar afeto e ao mesmo tempo ser rígido quando necessário, evidenciando ao pequeno o que é certo e o que é errado. Sem grandes exaltações, mas com firmeza no tom de voz. Alguns casais tendem a ficar aflitos e temerosos na hora dessas mudanças no comportamento do bebê. 
    Nesses casos é sempre aconselhável observar a evolução da criança e aprender a reconhecer o que ela realmente quer com aquelas atitudes. Descobrir o que psicólogos dizem ser a função do comportamento da criança.
    Com as mudanças dessa fase há também uma grande evolução motora e psíquica que logo terminará com o filho se tornando uma criança mais calma, não tão rebelde. Essa fase pode ser considerada turbulenta para muitos, mas é a melhor experiência de conhecimento e amor que os pais podem ter e demonstrar aos filhos.
    Aproveite cada etapa com intensidade e mente aberta!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário