quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Medos e pesadelos

    Muitos sonhos são lindos, repletos de cenários únicos que nos fazem viver experiências inesquecíveis. Contudo, dentro do universo dos sonhos também vivemos experiências nada agradáveis... Sonhos que nos deixam apavorados, sonhos estes que chamamos pesadelos.
   A definição leiga, aquela que ouvimos de nossos pais desde pequenos, diz que o pesadelo nada mais é que a vivência dos nossos maiores medos, daqueles sentimentos que nos apavoram e que não conseguimos enfrentar. Quando somos adultos, podemos ter um pesadelo e entender que aquela situação se passou dentro do nosso sonho, e que aquela cena não existe. Já para as crianças essa discriminação do que é real e do que é um sonho não é tão simples...
   A criança tem medos, desde o famoso medo do escuro até aqueles medos que  ela não consegue explicar em palavras. Esses medos acabam aparecendo nos pesadelos e podem perturbar o dia a dia de uma família, pois a criança acaba se sentindo fraca, vulnerável, não conseguindo brincar, se divertir, dormir e aproveitar sua vida.
    Os pais precisam ajudar seus filhos a superarem seus medos, e é através dos pesadelos que os adultos podem trabalhar esses medos de forma criativa. Quando seu filho contar para você um pesadelo, o ajude a desenhar o monstro da história e com sua intervenção mostre a ele que esse monstro não é tão forte, que ele pode ser destruído pelo herói (que deve ser a criança). Rabisque o monstro, ridicularize-o dentro do contexto da brincadeira, torne o herói mais forte para que ele possa destruir seu inimigo.
    Dentro do contexto lúdico podemos ajudar nossos filhos a superarem seus medos, mostrando que devemos enfrentar e superar medos e obstáculos. Essa lição será útil para toda a sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário