quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Sugestão do Blog Super Mãe: CineMaterna



    O CineMaterna é uma associação criada em  2008 que promove o incentivo a cultura e a maternidade, permitindo as mães frequentar o cinema com seus bebês. As sessões CineMaterna acontecem em uma sala de cinema totalmente adaptada, com ar condicionado ameno, luzes parcialmente acesas e tapete para bebês que estão engatinhando. Mães voluntárias recepcionam o público e há trocadores com fraldas, pomadas e lenços umedecidos.



  Após as sessões as mães realizam um bate-papo em um café do shopping. No mês de novembro o CineMaterna chegou no UCI do Shopping Jardim Sul, oferecendo às mães a oportunidade do resgate do convívio social com seus bebês na região Sul da cidade de São Paulo.



    Presente em 32 cidades do país, a estreia neste shopping da Zona Sul confirma o fortalecimento da iniciativa: “O programa já está em 10 cidades do Estado de São Paulo, conta com 25 salas de cinema e 26 sessões regulares. Assim, as mães paulistanas tem à disposição sessões quase todos os dias, com a vantagem de curtir o cinema sem precisar se deslocar pela cidade”, ressalta Taís Viana, co-idealizadora do CineMaterna.

    Os filmes são escolhidos por meio de enquetes no site da iniciativa.  Para conhecer, conferir as sessões e se cadastrar para a escolha dos filmes, acesse: http://www.cinematerna.org.br.




ENTREVISTA


Super Mãe: Mesmo com as tecnologias atuais, e a consciência que as pessoas tem sobre a necessidade de incluir todas as pessoas nas dinâmicas da sociedade, por que é tão difícil ver um projeto de inclusão como o CineMaterna para as mães e mulheres grávidas?


CineMaterna: Tenho visto surgirem cada vez mais programas para as puérperas fazerem com seus bebês: rodas de amamentação e bate-papo, dança ou canto com bebê, slingadas (incentivo ao uso de carregadores como slings e wraps, o chamado babywearing, ou “vestir seu bebê”), além de locais de cafés com atividades para bebês. Em cidades menores, a variedade não é ampla, mas é possível encontrar pelo menos um grupo pós-parto. As mulheres têm aproveitado muito o espaço virtual, inúmeros grupos no Facebook, blogs, portais, de onde elas “saltam” para o mundo real e conhecem pessoalmente as amigas. A vantagem da internet é que é amplamente inclusiva. Ainda acho que a maior barreira ao encontro das pessoas no pós-parto é a crença de que o mundo externo pode trazer doenças ao bebê, fazendo com que as puérperas fiquem em casa por semanas ou meses. 

Super Mãe: Qual a importância do CineMaterna para as mães?

CineMaterna: Mães recentes, principalmente as de primeira viagem, costumam ficar muito isoladas. Mesmo sendo uma delícia poder curtir o bebê, não é fácil arranjar programas para adultos-com-mini-acompanhantes. Nossa proposta é convidar esta mãe para um passeio acolhedor, onde ela possa conhecer outras mães na mesma situação e assim voltar a ter uma vida social. Daí a importância de um projeto como esse. O CineMaterna busca reforçar o vínculo entre mãe e bebê. É um espaço onde ela pode se reintegrar socialmente, conhecer outras pessoas no mesmo momento da vida para trocar experiências, compartilhar emoções e desabafar. É um descanso para a mãe e acreditamos que mais relaxada, está mais tranquila para estar com seu bebê.

Super Mãe: Quais são os planos futuros?

CineMaterna: Após cinco anos de fundação, atuamos em mais de 30 cidades de 15 estados, mas muitas cidades ainda possuem apenas sessões mensais. Nessas cidades, o principal é tornar o programa conhecido para cada vez mais mães, para aumentar o público das sessões e pleitear sessões quinzenais junto às redes de cinema. Ao mesmo tempo, seguimos buscando patrocinadores para levar o programa a novas cidades e até novos países! Recebemos continuamente solicitações de mães pedindo para irem também ao cinema com seus bebês e ainda chegaremos em mais cidades brasileiras.

Super Mãe: Que tipos de dificuldades vocês encontraram/encontram?

CineMaterna: Muitas mães têm medo de sair de casa com bebês, especialmente os muito novos. Tirar uma mãe com bebê de casa é nosso maior desafio. Uma outra dificuldade é a falta de tempo mesmo. Como todo início de negócio, demandou tempo, criatividade, esforço, investimento financeiro, persistência. Aprendemos muito do negócio, umas com as outras, com o público, com a equipe e fomos aperfeiçoando. O principal obstáculo foi descobrir um formato de negócio que fosse sustentável financeira e operacionalmente.

Super Mãe: Como as pessoas interessadas em colaborar com o projeto podem entrar em contato?


CineMaterna: Temos uma área no site para que as pessoas se voluntariem: http://cinematerna.org.br/contato.aspx?s=trabalhe-conosco. Nem sempre temos vagas nas equipes, mas fica registrado em nosso sistema e entramos em contato assim que surge uma oportunidade. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário