quarta-feira, 11 de março de 2015

Brinquedos feitos com lixo e sucata

    Antigamente, na época de nossos pais e avós, a oferta de brinquedos não era tão grande como temos atualmente nas lojas. Os brinquedos eram feitos de madeira, e normalmente eram relacionados a carros, trens, aviões, jogos de tabuleiro, etc. Não podemos dizer que esse tipo de brinquedo era inferior aos brinquedos atuais, pois acreditamos que cada tipo de brinquedo desenvolve uma ou mais habilidades específicas nas crianças.
    Contudo, os brinquedos antigos tinham como vantagem em relação aos brinquedos atuais o aproveitamento de materiais e a confecção dos mesmos em ambiente familiar. Um carrinho de madeira era feito com o pai, tínhamos horas de dedicação e o resultado final era um brinquedo único. Essa oportunidade de construir seu próprio brinquedo e o momento ao lado de pai e mãe acaba não ocorrendo com os brinquedos atuais.
    Por essa razão, podemos resgatar essa experiência que tivemos na infância com os nossos filhos através da construção de brinquedos educativos com a sucata e o lixo que encontramos em nossas casas. Um pacote, um papelão, embalagem de leite... Tudo pode ser utilizado para dar vazão à imaginação de nossos filhos.
    Não queremos defender a não compra dos brinquedos atuais, mas sim reservar um período do nosso dia a dia para propor essa atividade para as nossas crianças. Vale a pena trazer propostas, mostrando para os filhos vídeos da internet que ensinam como construir um carrinho, trem, avião ou barco. Depois que a família aprende como utilizar lixo e sucata associado a cola, tinta e fita crepe basta soltar a imaginação para construir qualquer desejo, qualquer sonho.
    É importante buscar a todo o momento em nossa família um momento em comum para conversarmos, brincarmos, nos divertirmos; assim fortalecemos os laços familiares e criamos intimidade e cumplicidade. O Blog Super Mãe acredita que a atividade de construir brinquedos com sucata e lixo é uma excelente oportunidade para unirmos a nossa família.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário