quarta-feira, 17 de junho de 2015

Autonomia não é abandono

Autor: Victor Nicolino Faria - Psicólogo - CRP 06/98407
E-mail para contato: victor.nicolino@hotmail.com

    Autonomia é um aspecto importante que todo ser humano precisa desenvolver para alcançar sucesso na vida, seja o sucesso pessoal ou profissional. Muito se diz sobre autonomia, principalmente quando falamos sobre crianças e educação. Contudo, pouco é evidenciado para a sociedade sobre o que seja de fato a autonomia e como podemos desenvolver essa "habilidade" nas crianças.
    Muitos pais se sentem culpados por trabalharem muitas horas, passando pouco tempo com os filhos. Diante dessa angústia os pais acabam tentando compensar sua ausência de diversas formas. É comum encontrarmos pais e mães fazendo trabalhos escolares pelos filhos, ou então comprando diversos brinquedos ou jogos de videogame para demonstrarem aos filhos que eles se preocupam. Demonstração esta que não necessariamente é positiva para a criança.
    Nesse contexto os adultos acabam retirando das mãos das crianças a oportunidade de encarar um desafio que não necessariamente elas sabem superar, mas que se esforçando elas podem alcançar o sucesso. Os pais podem e precisam estar ao lado dos filhos como suporte emocional, incentivando diante dos obstáculos, mas sem resolver o desafio pela criança.
    Os pais ensinam a criança a ser autônoma quando confiam em seu senso de responsabilidade, quando lhe dão liberdade com responsabilidade, quando deixam a criança sofrer diante da dificuldade ao mesmo tempo que a ensinam a pensar formas de superar o problema. Acolher não necessariamente é fazer pelo outro. Ao contrário, pois quando amamos uma pessoa queremos que ela seja forte, seja feliz, tenha sucesso e esses objetivos só serão alcançados quando a pessoa sai da zona de conforto. Somente o desafio, o esforço produzem o desenvolvimento. 
    Não é ruim ter problemas, mas ser passivo diante dos mesmos é extremamente negativo para as nossas vidas. É necessário ensinar essa postura aos filhos, seja por palavras seja por modelo próprio. Agir e sofrer as consequências das nossas ações, sejam as consequências positivas ou negativas, são aspectos importantes para fortalecer a autoimagem, autoestima e autonomia em crianças e nos adultos. Autonomia é a forma mais madura de amor que podemos encontrar, pois quando amamos alguém o deixamos livre para viver sua própria vida. 
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário