quarta-feira, 10 de junho de 2015

Final de semestre... hora de estudar com o seu filho

    Estamos chegando a mais um final de semestre onde nossos filhos precisam estudar bastante para conseguir passar em todas as matérias. Não é nada fácil, principalmente para aqueles que já acumularam dúvidas e dificuldades ao longo dos últimos meses. Eles ficam desesperados com o acúmulo de conteúdo e de dúvidas, e muitas vezes acabam desistindo de estudar devido às dificuldades.
    Nesse cenário nós, enquanto pais, não podemos simplesmente cobrar notas boas ou criticar erros que nossos filhos tenham cometido ao longo do primeiro semestre deste ano. Precisamos mostrar a eles como sair do momento difícil que eles estão vivendo. Sem dúvida proporcionar aos nossos filhos aula particular/reforço é uma boa forma de ajudá-los, mas não podemos nos restringir a isso.



    O que podemos fazer por nossos filhos é ficar ao lado deles nesse momento de pressão. É importante mostrar a eles que confiamos no poder de superação, na capacidade de dar a volta por cima. Podemos conversar enquanto família para saber em que podemos ajudar, o que podemos proporcionar, em quais horários podemos nos sentar para estudar juntos. Otimizar a forma de estudar, sem esquecer se for o  caso de aulas particulares de reforço escolar. 
    Também é importante mostrar aos jovens que estudar não é tão ruim, tanto com palavras como com o exemplo concreto. Uma criança que não gosta de ler ou estudar muitas vezes tem pais que apresentam o mesmo comportamento... Ou seja, os filhos copiam os pais e acabam sendo criticados... Praticamente uma hipocrisia! Uma cobrança injusta que só contribui para aumentar a ansiedade dos filhos e o distanciamento para com os pais.
    Ao invés de criticar vamos conversar com eles, encontrar juntos possibilidades de superação. Fortalecer a confiança dos nossos filhos em sua capacidade de lidar com situações desafiantes, a partir do controle de sentimentos negativos e planos de ação prático onde cada membro da família tem a sua função. Ser pai e mãe não é simplesmente cobrar ou exercer autoridade, é mostrar alternativas e dar apoio para que eles possam encontrar o seu próprio caminho, a sua confiança e a sua força.

Nenhum comentário:

Postar um comentário