quarta-feira, 13 de abril de 2016

Como discutir política com o seu filho

Nos tempos atuais é muito difícil falar de assuntos polêmicos com as pessoas que estão ao nosso redor. As redes sociais se tornaram um campo de luta onde as pessoas tentam forçar o outro a pensar como elas, menosprezando e querendo destruir as opiniões diferentes. Será que vivemos uma época de tolerância ao diferente ou de intolerância extrema, beirando o extremismo?

Televisão, internet, conversas de rua... O diferente está sendo rotulado de errado, de burro, ou mesmo de luta de classes... Mas será que esta é a melhor forma de criar os nossos filhos? Sem expô-los ao diferente é pouco provável que a criança cresça e tenha diversidade de opiniões, escuta aberta em relação ao outro. 

O que podemos fazer para mostrar os dois lados aos nossos filhos, sem força-los a escolher o que nós achamos certo? Proporcionar acesso aos dois lados, salientando que temos informações verdadeiras e falsas que nos obrigam a refletir com calma sobre o que de fato é a realidade. Sem esquecer que não existem o certo ou o errado, o preto ou o branco...

O mundo é muito maior que somente estas duas cores, pois existe uma variedade imensa de situações, versões de história,  certo que se torna errado e errado que se torna certo... O mundo é muito confuso, e só deixa de ser quando entendemos que existe preto, branco cinza, vermelho... Diversas cores que precisam ser consideradas iguais, com a mesma importância para que o mundo plural e diverso continue a existir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário