quarta-feira, 20 de abril de 2016

Olhos dos bebês: por que eles mudam de cor?




Serviço:

ILHA DO LEITE – Hospital e Clínica

Rua Francisco Alves, 887, Ilha do Leite, Recife - PE
(81) 3302-2020

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 7h às 18h

Certamente você já ouviu falar ou presenciou algum caso de mudança na cor dos olhos do bebê. Geralmente, diz-se que, assim que a criança nasce, a íris tem cor clara, algo perto do azul ou acinzentado. Mas, de fato, isso é verdade? “Às vezes, realmente temos a impressão do olhinho ser claro. Porém, quando vamos examinar e aproximamos a luz, percebemos a cor real. Em outros casos é possível, sim, acontecer de o olho escurecer com o tempo”, explica a médica oftalmologista Daena Leal, do Hospital de Olhos de Pernambuco (Hope).

A mudança acontece porque a pigmentação da íris vai aumentando nas semanas seguintes ao nascimento. A íris é o anel muscular em volta da pupila. É dentro dela que está o melanócito: uma célula responsável por produzir a proteína melanina que, por sua vez, é responsável por determinar cor dos olhos, pele e cabelo. A produção de melanina depende da incidência de luz, semelhante ao que acontece com a nossa pele (quanto mais tempo ficamos expostos ao sol, mas “bronzeados” ficamos). O tempo para essa mudança acontecer é de três a seis meses.

Alguns medicamentos, como os utilizados para o tratamento da catarata, assim como doenças, a exemplo das uveítes e albinismo, afetam a cor dos olhos. Há, ainda, a influência genética. A junção das diversas raças encontradas no Brasil, causas pelas migrações, influencia diretamente na formação genética. “Mas dá para se ter uma ideia de como será a cor definitiva dos olhos do bebê ao se observar a cor dos olhos dos pais”, continua Drª Daena Leal.

Independente da cor dos olhos, o importante é se preocupar com o acompanhamento oftalmológico regular. Os bebês precisam passar por uma consulta completa a cada seis meses nos dois primeiros anos de vida. Após esse período, pelo menos uma vez por ano pelo resto da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário