quarta-feira, 11 de maio de 2016

Como fazer o pai participar da criação do filho

É muito comum ouvirmos que os pais não participam da criação dos filhos, que eles não querem ou não sabem participar do dia a dia de cuidados. Mas será que esta tarefa, criar os filhos, está única e exclusivamente nas costas da mulher? Acredito que não, pois o homem acaba se isentando da responsabilidade de criar os filhos porque nós,mulheres, permitimos que isso aconteça.

Logo que engravidamos, ou melhor, antes de engravidarmos precisamos conhecer nosso parceiro. É importante entender como ele vê a vida, o que ele pensa a respeito de gravidez e parto, o que ele pensa sobre criação dos filhos, como ele vê o homem nesse processo, etc. Em outras palavras, precisamos dialogar bastante com a pessoa que queremos ao nosso lado no momento em que decidirmos ser mãe.

Dialogar com o homem é entender melhor o outro lado, conhecer seus medos e suas angústias. Claro que encontramos muitas diferenças entre os gêneros, mas é justamente nas diferenças que encontramos o que nos complementa. Dialogando podemos passar ao outro nossas expectativas, dividindo assim as tarefas e assumindo responsabilidade por elas.

É possível ter um pai presente na criação do seu filho, assim como é possível ter um companheiro ao nosso lado para encarar a maternidade. Precisamos ter consciência daquilo que queremos, para encontrarmos um homem companheiro de verdade, capaz de ser o companheiro e o pai que queremos ao nosso lado para os bons e maus momentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário