quarta-feira, 8 de junho de 2016

Um animal de estimação para nosso filho

As crianças normalmente nos cobram para ter um animal de estimação em casa. Um cachorro, gato ou mesmo o peixinho dourado... Eles nos olham e pedem por um animal de estimação com um brilho no olhar impressionante!!! Mas o que devemos fazer nesta situação? Dizer sim ou dizer não?

Tudo dependerá de qual estrutura você dispõe. Mora em casa ou apartamento? Qual o tamanho? Há espaço suficiente para a família e para o animal de estimação? Quanto tempo o animal estará sozinho e acompanhado no dia a dia? São perguntas simples, mas que muitas vezes deixamos de fazer quando estamos refletindo se compramos ou não o bichinho que nosso filho quer. Precisamos ter clareza quanto a essas perguntas, porque se não tivermos podemos tomar uma decisão precipitada ou mesmo errada.

Outro aspecto que precisamos levar em consideração quando estamos analisando a compra ou não de um animal de estimação é o perfil do nosso filho. Se é uma criança agitada ou não, se tem algum tipo de alergia ou problema respiratório, se os cuidados diários do animal escolhido podem ser arcados por nosso filho, quanto tempo nosso filho dispõe para estar em contato com seu bichinho. Assim podemos escolher o melhor bichinho de estimação, dentre os cães, gatos passarinhos, peixes, e todos os animais disponíveis dentro desta análise.

Sem dúvida não podemos esquecer o gosto do nosso pequeno. O que ele quer? Será que ele sabe as responsabilidades envolvidas em ter um animal de estimação? Ele apresenta maturidade emocional para ter um ser vivo sob suas responsabilidades? Perceba que simplesmente sair e comprar um animal de estimação é um ato de certa forma irresponsável, com a criatura que estamos trazendo para dentro de casa e para com o nosso filho.

Antes de tomar uma decisão pense com calma nos aspectos que mencionamos aqui, pois serão vidas em jogo. E não podemos machucar um ser vivo que estamos trazendo para dentro de nossas casas, ou mesmo nossos amados pequenos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário