quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Entrevista - Juliana Guarany, fotógrafa



Facebook: Fotografia Juliana Guarany
Instagram: @fotografiajuguarany



Blog Super Mãe: Como você entrou em contato com a fotografia?


Juliana: Gostava de fotografia desde sempre, só não sabia que isso mais tarde, iria se transformar em minha profissão.Nos aniversários das amigas, na escola e até nas festinhas dos meus primos sempre estava lá com uma câmera na mão, que nem profissional era, mas já me deixava feliz. Fui crescendo, e tendo ainda mais interesse pela fotografia, achava coisas teóricas em casa e adorava estudar. Um dia descobri que meu pai e meu avô, trabalhavam com fotografia e eram formados, e nessa época eu nem nascida era, mas brinco até hoje que esse amor pela fotografia foi genético. Decidi então, entrar pra esse mundo de cabeça , alma e coração. Me formei em fotografia em 2014 e nunca mais larguei uma câmera.



Blog Super MãeQual público você gosta mais de trabalhar?

JulianaSem dúvidas, o público que ganha meu coração são as crianças e tudo que as envolve. Os ensaios de famílias são muito especiais. Registrar a naturalidade, o amor e a alegria de cada serzinho e de seus papais que passam por mim, é uma forma de eterna gratidão. Vibro com cada olhar e com cada sorriso. Normalmente nos ensaios tento capturar ao máximo o real, a essência de cada família ou gravidinha, mostro nas minhas fotos o que eles são todo dia. Muitas vezes, faço ensaios de acompanhamentos dos bebês, é uma outra experiência incrível, porque a cada mês que apareço na casa dos meus clientes, vejo o desenvolvimento dessas fofuras, e isso não tem preço.


Blog Super MãeÉ fácil trabalhar com fotografia? A população valoriza o profissional e o seu talento?

JulianaNão vou mentir, não é fácil. Pra quem acha que trabalhar com fotografia é só ir lá fazer umas fotos e pronto , está totalmente enganado. A fotografia vai muito além de tudo isso, desde o atendimento aos clientes, apresentação de proposta de ensaio, ajuda na escolha do figurino, deslocamentos, tempo de edição, preparo para o ensaio (principalmente quando são com bebês, já que temos que respeitar o tempo deles) até a confecção dos meus pacotinhos (não abro mão de através das minhas entregas levar carinho e gratidão aos meus clientes). 
Acredito que tem espaço no mercado para todo estilo de fotografia, hoje em dia tem surgido cada vez mais fotógrafos muito bons. Não me preocupo muito com a "concorrência", por acreditar também que o seu cliente vai se identificar com a sua fotografia por algum motivo, ele vai ver o seu filho, sua família, ou até mesmo se ver, no caso das gestantes nas suas fotos, e assim, te escolher pelo seu talento. Um fotógrafo que estuda, que é correto e que tem amor pelo que faz jamais passa despercebido. Então, a valorização existe sim. 


Blog Super MãeO que você teria a dizer sobre o registro fotográfico da gestação e da maternidade?

JulianaTanto a gestação quanto a maternidade são fases únicas, deliciosas de serem vividas e inesquecíveis. As fases acabam passando cada vez mais rápido, e por que não registrá-las? O registro é a garantia de olhar tudo aquilo, e viver de alguma forma tudo novamente. É através das fotografias que vocês, mães, vão lembrar como ele sorria com os olhinhos fechados, como amava o brinquedo que não existe mais, como adorava aquela comidinha. Mais tarde quando seu filho crescer, vai ser por meio da fotografia que vocês irão  ter momentos de risadas e emoções vendo e lembrando de tudo aquilo. É através da fotografia que irão lembrar que já o amava quando ele estava dentro da sua barriga ou quando cabia na palma da mão do papai. As fotografias vão estar presente em todas as outras gerações pra lembrar que o amor de vocês existe desde sempre. 


Blog Super MãeVocê gostaria de dizer algo mais as nossas leitoras?

JulianaMamães, sei que as vezes parece mero capricho fazer um acompanhamento de mês em mês, ou a cada três meses, um ensaio de família ou aquele ensaio lindo da sua barriguinha criando tamanho... mas não é!  Não deixem passar sem registros, essas fases gostosas, esses sorrisos, que vão deixar muita saudade, mas que com as fotos serão mais fáceis de matá-las. Planejem , sonhem,  registrem! Sabem aquele lugar especial de vocês? Que sempre vão? Pode ser naquele parquinho de domingo a tarde, pode ser na praia onde vocês adoram brincar, ou até mesmo, na casa de vocês, no cantinho, no quarto, vão lá e registrem! E acreditem, jamais irão se arrepender por colecionarem os momentos maravilhosos da vida de vocês!

Espero que eu tenha de alguma forma esclarecido dúvidas, ajudado e conseguido passar através das minhas respostas todo o amor que envolve a minha fotografia com famílias, acredito muito no poder da família e da maternidade, e esse valor é o que sempre levo no meu trabalho. Qualquer dúvida, pergunta ou ajuda estarei a disposição de todas as mamães leitoras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário