quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Entrevista: Neurologista e diretora da Abraz - Regional SP

Dra. Ana Luisa Rosas – neurologista e diretora científica da Abraz - Regional SP


Link do vídeo da campanha: https://youtu.be/6uf_zL0iEaE


Blog Super Mãe: Doutora, antes de mais nada gostaríamos de saber o que é o Alzheimer?

Dra. Ana Luisa Rosas: A Doença de Alzheimer é uma enfermidade que  surge  predominantemente em pessoas idosas, com raras exceções. É um tipo de demência.  A doença de uma maneira geral se inicia com algum comprometimento cognitivo, com esquecimentos leves sobre assuntos às vezes corriqueiros. À medida que vai evoluindo, as queixas de memória vão se tornando mais complexas e a pessoa pode começar a apresentar impacto funcional no seu dia a dia, comprometendo seu rendimento  nas atividades. Nesta fase, quando acontece de ter algum impacto funcional, é que em geral as pessoas buscam a ajuda médica.


Blog Super MãeTem uma causa? E o mais importante, tem cura?

Dra. Ana Luisa RosasNão se sabe ao certo  por que a Doença de Alzheimer ocorre, mas são conhecidas algumas lesões cerebrais características dessa doença. Outra alteração observada é a redução do número das células nervosas (neurônios) e das ligações entre elas (sinapses), com redução progressiva do volume cerebral. Porém, mesmo com essas informações, os cientistas ainda não encontraram a cura para a doença.


Blog Super Mãe: Quais são os tratamentos mais usados e mais eficazes?

Dra. Ana Luisa RosasA ciência tem caminhado em direção a novas descobertas e tratamentos farmacológicos e já existem alguns medicamentos que podem ajudar a melhorar a qualidade de vida dos pacientes e o cotidiano das famílias. Medicamentos utilizados para o tratamento da DA, como os anticolinesterásicos, podem ser retirados mediante receita médica nos postos de alto custo. Porém, à medida que a doença avança e sintomas comportamentais se apresentam, com o declínio cognitivo, é preciso introduzir outras drogas, que podem não ser dispensadas pela rede pública. Então, é importante que as famílias se organizem para cuidar do doente.


Blog Super Mãe: Existem exames para diagnosticar o Alzheimer antes do aparecimento dos sintomas?

Dra. Ana Luisa RosasNão há exames que diagnostiquem a doença de Alzheimer antes do aparecimento dos sintomas. Na prática, o diagnóstico da doença é clinico, ou seja, depende da avaliação feita por um médico que irá definir qual é a principal hipótese para a causa da demência. 


Blog Super MãeComo devemos, enquanto amigos ou familiares, lidar com o paciente diagnosticado com Alzheimer?

Dra. Ana Luisa RosasCuidar de uma pessoa com Doença de Alzheimer é um desafio para qualquer família. As mudanças são significativas e precisam ser compreendidas e incorporadas na rotina familiar.  Todos que convivem com o doente devem de alguma forma se preparar para lidar com perdas,  reorganizar a vida cotidiana, redistribuir tarefas e oferecer tratamento adequado com cuidados que atendam às necessidades e preservem a integridade do idoso. O mais importante é dar muito afeto, carinho e, principalmente, ter muita paciência. Esses ingredientes não devem faltar nunca. A forma como cada família reage ao diagnóstico varia muito pois cada família tem uma dinâmica diferente. Mas quando fica muito difícil para a família aceitar a doença, uma intervenção psicológica focada em apoio emocional pode ajudar bastante.


Blog Super Mãe: Fale sobre a campanha.

Dra. Ana Luisa RosasA Torrent do Brasil, em parceria com a ABRAZ, realizou uma campanha digital no mês de setembro com o objetivo de conscientizar a população sobre o diagnóstico precoce da doença de Alzheimer. O ponto alto da campanha é um vídeo que está sendo veiculado na rede, em homenagem ao dia 21 de setembro que é o Dia Mundial da Doença de Alzheimer. O vídeo utiliza o formato câmera escondida e mostra reações espontâneas e verdadeiras de pessoas diante de uma atriz que simula os sintomas da doença em uma rua movimentada do centro de São Paulo. A ideia da campanha é destacar os vários ângulos do problema como os principais sintomas e o perfil dos pacientes e ressaltar a importância do tratamento precoce para a melhoria de vida de quem sofre a doença. Para assistir o vídeo basta acessar o link: https://www.youtube.com/watch?v=6uf_zL0iEaE&feature=youtu.be . Assistam e compartilhem assinalando a hashtag #nãoseesqueça
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário