quarta-feira, 14 de junho de 2017

Documentarista fará palestra sobre a Pré-História no Museu Catavento

“Narrativas na Pré-história” fala de ciência, natureza, aventura, extinção e como o homem se relaciona com as outras espécies.

Nos dias 24 e 25 de junho os visitantes do Museu Catavento, museu de Ciência e Tecnologia da Secretaria da Cultura do Governo de São Paulo, poderão conferir uma palestra com o documentarista Tulio Schargel sobre a Pré-História. A apresentação dura cerca de 50 minutos e terá início às 14h30 no auditório do museu.

Com mais de 30 anos fazendo imagens subaquáticas e 17 filmes documentários produzidos para TVs de vários países, Túlio passou a se dedicar à educação ao transformar um de seus premiados filmes em projeto didático-cultural inovador intitulado: “Megafauna – Narrativas na Pré-História”. O projeto Megafauna está em seu 4˚ ano e já foi visto por mais de 30 mil pessoas em 17 municípios do Estado de São Paulo.

O documentário mostra como foram encontrados cerca de 4 mil ossos coletados, que pertenceram a 45 espécies diferentes de animais extintos bem como animais da fauna ainda existente. Para as apresentações no Catavento serão exibidas partes do filme original, comentadas pelo documentarista, com referências aos painéis e réplicas fósseis.

O filme já foi exibido em mais 60 países (Rússia, Japão, Bélgica, Austrália, China, EUA etc...). No Brasil, estreou no canal National Geographic e está sendo exibido pela BBC-HD. Conquistou três prêmios internacionais: o Prêmio Especial de Júri para Divulgação Cientifica (Espanha) em 2009, Golden Dragon Award (China) em 2008 e Medalha de Ouro no AMIF (França) em 2007.

Sobre o Projeto:
O projeto “Megafauna – Narrativas na Pré-História” traz informações sobre animais de uma pré-história “recente”, que viveram nas Américas e conviveram com nossos antepassados. Para captar a atenção dos espectadores Túlio Schargel mistura filme, exposição museológica e painéis informativos. Todo material apresentado foi elaborado com base em minuciosa pesquisa paleontológica no Poço Azul, localizado na Chapada Diamantina, na Bahia. O Poço Azul fica em uma caverna alagada que abrigou, durante milhares de anos, ossos de animais extintos como a preguiça gigante e o tigre dentes-de-sabre.

Serviço:
Palestra: Narrativas na Pré-história
24 e 25 de junho de 2017 – 14h30

Local: Auditório (retirar senhas na bilheteria)

Museu Catavento
Onde: Palácio das Indústrias - Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP.
Telefone: (11) 3315-0051
Quando: terça a domingo, das 9h00 às 17h00 (bilheteria fecha às 16h00).
Quanto: R$ 6 e meia-entrada para estudantes, idosos e portadores de deficiência. Entrada gratuita aos sábados.
Idade mínima para visitação: recomendado para crianças a partir de seis anos.
Acesso por transporte público: estação de metrô Pedro II e terminal de ônibus do Parque Dom Pedro II.
Estacionamento: R$ 15 até 4 horas (para visitantes do museu). Adicional por hora: R$ 5,00 (capacidade para 200 carros). Ônibus e vans: R$30,00. Adicional por hora: R$ 10,00.
Infraestrutura: acesso para pessoas com deficiência locomotora.

Sobre o museu
O Museu Catavento foi inaugurado em março de 2009 e tem mais de 250 instalações divididas em quatro seções (Universo, Vida, Engenho e Sociedade). Cada seção foi elaborada com iluminação e sons diferentes, que contribuem para criar atmosferas únicas e envolventes. Atrações como aquários de água salgada, anêmonas e peixes carnívoros e venenosos, uma maquete do sol e uma parede de escaladas onde é possível ouvir histórias de personalidades como Gengis Khan, Júlio César e Gandhi, são apenas alguns exemplos de como o visitante pode aprender e se divertir ao mesmo tempo. No local também é possível conferir as atrações da Fundação Museu da Tecnologia de São Paulo, que teve seu acervo transferido para o Catavento no início de 2011. Entre os principais equipamentos estão a locomotiva Dübs (fabricada em 1888 na Inglaterra que pertenceu à Cia. Paulista de Estradas de Ferro e foi usada brevemente para o transporte de carga) e o avião DC-3 (1936), que foi utilizado como cargueiro militar na Segunda Guerra Mundial.

Para conhecer a programação cultural de todo o estado, acesse a plataforma SP Estado da Cultura – www.estadodacultura.sp.gov.brAcompanhe a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo nas mídias sociais:

Facebook: /culturasp
Twitter: @culturasp
Instagram: /culturasp
Spotify: /culturasp



Nenhum comentário:

Postar um comentário