quarta-feira, 1 de maio de 2019

Posso lavar o cabelo todos os dias sem prejudicar os fios e o couro cabeludo?

Dúvida comum daqueles que têm cabelo oleoso ou pratica atividade física constante, lavar os cabelos diariamente, em algumas situações e com os produtos corretos, pode até evitar queda e caspa - causadas pelo suor
Posso lavar o cabelo todos os dias?

Muitas dúvidas existem quanto aos cuidados diários com os cabelos, principalmente no caso dos praticantes de exercícios físicos, por conta da transpiração. Surge a dúvida: lavar os cabelos diariamente (e sofrer com o medo do ressecamento) ou não lavar (e correr o risco de o suor prejudicar os fios e o couro cabeludo)? “Lavar os cabelos todos os dias, desde que com bons produtos, e de preferência alternando xampus mais suaves com tratamento específico, não traz problemas à saúde do couro cabeludo ou às hastes. O ideal é não abusar da água quente, não lavar os cabelos à noite e nunca dormir com os fios molhados, o que provoca dermatite seborreica e queda”, explica a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). “Principalmente após o exercício, é importante a lavagem dos cabelos. É muito melhor lavá-los normalmente do que manter o suor no couro cabeludo e fios”, completa a dermatologista Dra. Valéria Marcondes, membro da SBD.
          Segundo a Dra. Valéria, o cloreto de sódio produzido no suor, em excesso, pode causar obstrução dos folículos, causando queda, além de ressecar os fios. “Por isso, antes do exercício, pode ser usado um óleo com ação antioxidante ou leave-in”, diz a Dra. Valéria. Outra boa forma de evitar esses problemas relacionados ao suor é a utilização de pré-shampoos antes de ir para a academia: ele controla a oleosidade do couro cabeludo e traz fórmulas que também podem fazer um tratamento reparador para os fios.
            Mas é muito importante ficar atento à temperatura da água, quando for lavar os cabelos. “Além dos danos ao couro cabeludo e provocar dermatite seborreica, lavar os cabelos com água quente provoca a abertura das escamas do fio, pois ajuda a remover a proteção externa onde estão as ceramidas (gordura natural de proteção), provocando a abertura da cutícula das hastes, tornando os fios mais vulneráveis à formação de pontas duplas, ressecamento, além de tornar os fios sem brilho”, alerta a Dra. Claudia Marçal. “Lembrando que se deve aplicar o shampoo apenas uma vez e o condicionador apenas no comprimento dos fios”, completa a médica.
            Após a lavagem, é recomendado o uso do condicionador e leave-in para manter os cabelos saudáveis.

Substâncias recomendadas – Além dos extratos vegetais, outras substâncias podem ser usadas diariamente para tratar os fios – principalmente se eles já sofreram com processos químicos de coloração e descoloração ou se o uso da chapinha e secador é frequente. De acordo com Mika Yamaguchi, farmacêutica e diretora científica da Biotec Dermocosméticos, ativos como Reparage, Hydrasil e Liponutrium Hair são altamente recomendados nesses casos. “Eles atuam, respectivamente, na reposição de aminoácidos e proteínas, evitando a quebra da cutícula e exposição do córtex; na proteção da hidratação interna e conferindo força e resistência aos fios; e proporcionando cuidado multinível dos fios danificados e ressecados por meio de óleos vegetais”, explica a especialista. No caso de quem sofre com dermatite seborreica, uma boa alternativa é utilizar tônico capilar com Defenscalp. “Esse ativo patenteado, desenvolvido para regular naturalmente a proliferação da Malassezia (fungos encontrados naturalmente na superfície do couro cabeludo), elimina a caspa, reduz a oleosidade capilar preservando o microbiota do couro cabeludo”, finaliza a farmacêutica.


DRA. CLAUDIA MARÇAL
É médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). É speaker Internacional da Lumenis, maior fabricante de equipamentos médicos a laser do mundo; e palestrante da Dermatologic Aesthetic Surgery International League (DASIL). Possui especialização pela AMB e Continuing Medical Education na Harvard Medical School. É proprietária do Espaço Cariz, em Campinas - SP.

DRA. VALÉRIA MARCONDES
Dermatologista da Clínica de Dermatologia Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia. Foi fundadora e é membro da Sociedade de Laser. www.valeriamarcondes.com.br

MIKA YAMAGUCHI
Farmacêutica pela faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP - Universidade de São Paulo, é também cosmetóloga e diretora científica da Biotec Dermocosméticos, empresa fornecedora matérias primas para cosméticos. Especialista em prescrições dermo e nutricosméticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário